Receba novidades no e-mail

CONTEÚDO VIP

Coloque o seu email aqui para receber gratuitamente as atualizações do blog!
Trabalho sob pressão – como vencer o estresse e alcançar bons resultados

Trabalho sob pressão – como vencer o estresse e alcançar bons resultados

Pesquisa realizada pelas empresas Etalent e Catho aponta que apenas 39% dos brasileiros se dizem felizes com o trabalho. Isso mostra que a maioria não se considera satisfeita com a atividade profissional e, de certa forma, a insatisfação pode estar ligada a fatores como remuneração, condições de trabalho, pressão e, obviamente, estresse. Lidar com um ambiente profissional tomado por cobrança e tensão – de fato – é um desafio e pode ser um fator decisivo para promover desmotivação e desânimo no ambiente de trabalho.

Mas será que é possível enfrentar o ambiente de pressão e alcançar bons resultados? De que forma a pressão é um fator importante para cumprir as metas e objetivos propostos pela empresa ao time? Nas linhas abaixo vamos tratar sobre as melhores alternativas para que seja possível trabalhar sob pressão e atingir as demandas estipuladas. Algumas soluções estão ligadas a mudanças de comportamento e compreensão do que pode ser feito e melhorado em relação às prioridades de trabalho, além de outras questões. Bom, para saber um pouco mais, recomendamos que continue a leitura, que tal?

Perceber seu talento

Para enfrentar quaisquer situações desafiantes – sem dúvida – é importante buscar motivações, a fim de conseguir lidar com as problemáticas e, principalmente, se sentir bem e mais feliz no trabalho.  Jorge Matos, presidente da Etalent, destaca, no site oficial da empresa, que as pessoas que se dizem descontentes com a vida profissional admitem não ter conhecimento sobre o seu próprio talento.

“Saber seu talento é fundamental para a felicidade na carreira, pois quando o indivíduo sabe qual cargo está mais de acordo com o seu perfil, mais perto ele está do sucesso”. Na prática, isso quer dizer que é essencial ter conhecimento sobre o que se deseja e, dessa forma, lutar por isso. Muitas vezes – mesmo que o trabalho seja estressante e sob pressão –  o profissional pode se surpreender ao perceber que tem habilidades para lidar com as atividades exigidas. Mas para isso, é importante o autoconhecimento e o poder de percepção quanto a sua capacidade de executar determinadas funções.

trabalhando

Em entrevista à revista “Pense Empregos”, a psicóloga Ana Maria Rossi menciona que quando o profissional possui ambição em crescer dentro da empresa ou conquistar melhores salários, ele consegue lidar melhor com a pressão. Portanto, mais uma vez, nota-se a importância em entender os seus objetivos dentro da carreira e empresa.

Então, se você lida com situações de estresse e pressão, mas as atividades estão relacionadas a funções as quais residem seus talentos, o contexto se torna menos complexo. Neste caso, a alternativa é procurar a melhor maneira de lidar com essa pressão e tentar tirar proveito da experiência.

Bem-estar e objetivos profissionais

A psicóloga Ana Maria Rossi, afirma à revista “Pense Empregos” que o profissional deve sempre avaliar o seu bem-estar e verificar se os valores da empresa – de fato – condizem com os seus. A especialista sugere ainda que a pessoa precisa estar atenta aos seus limites e tentar evitar que a tensão no trabalho proporcione complicações na saúde. Por isso, ela destaca que o profissional deve perceber o seu limite.

A reportagem destaca que para lidar com a tensão, as pessoas podem estabelecer “válvulas de escape”, como focar em atividades que trazem relaxamento, desde leitura, passeios, opções de lazer, etc.  Os especialistas ouvidos pela matéria da “Pense Empego” destacam que o mais importante é conseguir se desligar do trabalho, enquanto estiver fora do expediente. De certa forma, o ideal é reservar um tempo ao longo do dia dedicado a fazer atividades que lhe dão prazer. Essas medidas ajudam a controlar o estresse e tensão ocasionados pelo trabalho.

Entender o contexto e absorver a pressão

José Jacques Memran, consultor empresarial da Wiabiliza Soluções Empresariais, cita em artigo publicado pela Catho, fatores essenciais para superar os desafios no ambiente de pressão, como manter a calma, absorver e entender os motivos para esse ambiente de tensão. O especialista ainda destaca que o profissional pode sugerir soluções, para que o ambiente de trabalho se torne melhor.

Para entender um pouco mais sobre esses conceitos na prática, vamos supor que um profissional do departamento de vendas de uma grande empresa de seguros tenha de lidar com extrema pressão para fechar as metas. Ele tem habilidades em executar as funções e sabe de seu potencial e talento, mas o ambiente de tensão pode desmotivá-lo.

Contudo, ele compreende o cenário e consegue ver com clareza que atingir a meta proposta pela empresa é essencial para a sobrevivência do departamento, além de ser importante para a receita da empresa. Dessa forma, esse profissional conseguiu absorver a pressão e compreendeu o cenário.

Como citado antes, ele pode sugerir melhorias para melhorar o ambiente do trabalho, como por exemplo, alguma ação para estimular e engajar o time ou sugestão de cursos para aprimoramento, etc. Tudo isso pode ser muito benéfico para a equipe e, se a motivação cresce entre os profissionais, a empresa ganha com mais resultados positivos.

O bom senso e a tensão

O bom senso deveria ser uma regra geral para mensurar a maior parte das questões que lidamos diariamente, em todos os âmbitos da vida. No trabalho, esse “conceito mágico” – obviamente – deve ser priorizado e em se tratando de ambientes sob pressão, não é preciso dizer que ele é indispensável, certo?

O bom senso nos pauta, nos direciona a tomar as melhores decisões. Em um contexto de tensão, por exemplo, é preciso buscar pelo equilíbrio e entendimento. O bom senso nos ajuda a manter a postura adequada no ambiente profissional e também serve de parâmetro para avaliar nossas posições e atitudes.

Por meio do bom senso, até mesmo o gestor pode avaliar se suas posições não beiram ao extremismo. Isso quer dizer que por mais que a situação exija cobrança de metas, o líder do time não pode exagerar em suas posições diante dos funcionários e mostrar indícios de autoritarismo. É possível cobrar, ser exigente, mas jamais perder o respeito, por isso, o bom senso deve ser prioridade.

Dê a sua opinião sobre esse assunto logo abaixo, em Comentários. Gostaríamos de saber o que você pensa sobre esse assunto! 🙂

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. *

*

Scroll To Top