Receba novidades no e-mail

CONTEÚDO VIP

Coloque o seu email aqui para receber gratuitamente as atualizações do blog!
Sono e memória

Sono e memória

Um boa noite de sono é fundamental para ter disposição e ânimo para enfrentar as atividades e desafios cotidianos e – de forma geral –  é extremamente essencial para a saúde. As “noites de sono bem dormidas” também trazem benefícios à memória.  Por isso, manter o sono em dia é fundamental para ter uma mente sadia.

O sono e a memória estão ligados e, de fato, pode-se dizer que ambos “dialogam entre si”. Várias pesquisas já comprovaram que modificações no sono podem interferir diretamente na memória do ser humano. Não se pode “dissociar memória e sono”, como destaca artigo publicado no site “Boa Saúde”. Nas linhas abaixo vamos tratar sobre as pesquisas relacionadas à memória e o sono, além de dicas para ter uma noite de sono com mais qualidade.

Sono e deteriorização da memória

Estudo divulgado pela revista científica Nature Neuroscience mostra que o sono contribui para evitar a deteriorização da memória, o que ocorre a medida em que envelhecemos, segundo reportagem da “BBC”. Pessoas com problemas no sono, teriam na prática, dificuldades com a memória – situação muito comum entre os idosos – já que boa parte deles possui dificuldades para dormir.

Normalmente, a tendência é que as pessoas, conforme chegam à velhice, durmam menos, se comparada à época em que eram mais jovens. Isso ocorre, pois com o passar do tempo, há mudanças no cérebro humano que interferem na qualidade do sono.

Dicas para ter qualidade no sono

Já que o sono e a memória são elementos interligados, obviamente, é primordial priorizar a qualidade no sono. Não é incomum ouvir queixas sobre falta de sono e dificuldades para dormir. Essas questões, inclusive, atingem pessoas de todas as idades e são provocadas por fatores emocionais, alimentação, cigarro, mal-estar, doenças, etc.

Hoje, existem mais de 100 tipos de distúrbios relacionados ao sono, felizmente há tratamentos específicos para cada caso, o ideal é sempre buscar orientação médica. Contudo, é possível adotar algumas regras e mudar hábitos diários e ter qualidade no sono, como, por exemplo, evitar assistir televisão antes de dormir. Os especialistas recomendam a leitura de um livro, o que pode ser bastante relaxante, além de reduzir o estresse. Outras questões também ajudam a ter um boa noite de sono como:

  • Horas antes de dormir, evite ingestão de cafeína, chocolate ou bebida
  • É indicado optar por alimentação leve; o ideal é comer até três horas antes de ir para a cama
  • Tomar um banho antes de dormir traz relaxamento muscular e é muito recomendável
  • Procure dormir sempre no mesmo horário
  • Evite claridade no ambiente, se for o caso, utilize uma máscara para dormir  

Sono, memória e mais saúde

Além de beneficiar a memória, o sono também é essencial no combate a diversas doenças, segundo estudos científicos divulgados nos últimos anos. O professor de neurociência Russell Foster, em entrevista à “BBC”, destaca que se as pessoas dormissem melhor evitariam doenças, desde câncer, problemas cardíacos, diabetes, etc. Na prática, as pessoas não dormem o suficiente.

Em linhas gerais, para Foster, “a humanidade estaria bem melhor”, se todos dormissem bem. Então, a alternativa é priorizar a partir de agora a qualidade no sono, o que beneficia diretamente a saúde mental e física. E esses temas não podem ser ignorados, certo? Então, tenha uma excelente noite de sono, além de bons sonhos!

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. *

*

Scroll To Top