Receba novidades no e-mail

CONTEÚDO VIP

Coloque o seu email aqui para receber gratuitamente as atualizações do blog!
O que há na mente dos melhores atletas do mundo?

O que há na mente dos melhores atletas do mundo?

A cena correu o mundo todo: ao fim dos Jogos Olímpicos de Atenas, em 2004, um dos melhores atletas brasileiros Vanderlei Cordeiro de Lima liderava a prova, quando foi interceptado por um cidadão que assistia à maratona, que tentou agarrá-lo e tirá-lo da competição (nesse vídeo, você pode ver essa cena). Naquele momento, ele tinha duas escolhas: desistir ou seguir adiante com a incerteza de sequer subir ao pódio.

A escolha de seguir em frente, feita por Vanderlei, rendeu a ele a medalha de bronze, uma calorosa saudação do público que acompanhou a chegada dele e, de quebra, a Medalha Pierre de Coubertain (maior condecoração de cunho humanitário-esportivo, que é concedida pelo Comitê Olímpico Internacional). Detalhe: único latino-americano a conquistar essa láurea. Não, o ouro não foi dele. Mas Vanderlei conquistou mais que o primeiro lugar. Ganhou o respeito e reconhecimento internacional por fazer numa prova olímpica exatamente o que se espera de um competidor: superar os próprios limites.

Quando perguntaram a ele o que estava na mente, naquele exato momento em que foi interrompido, o maratonista foi categórico: “Tinha como foco de seguir em frente, porque tinha um objetivo, uma meta a ser alcançada”.

Em 2016, o Rio de Janeiro receberá mais uma edição dos Jogos Olímpicos, abraçando os melhores do mundo para competir provas em que a superação é a palavra de ordem.

Pensando nisso, reunimos aqui no blog recomendações de alguns dos melhores atletas do mundo que já ganharam de tudo e para compreender o que há na mente de verdadeiros campeões:

  • Preparar-se (muito) para a vitória
    Técnico da seleção brasileira masculina de vôlei, o multicampeão Bernardinho esclarece o quanto um bom planejamento e uma boa preparação colaboram para alcançar a vitória: “A vontade de se preparar tem que ser maior do que a vontade de vencer. Vencer será consequência da boa preparação”. Detalhe: cada título que a seleção ganhava sob seu comando, ele passava a iniciar o treino uma hora mais cedo, para continuar no topo. 🙂
  • Superar desafios do percurso
    Estrela do NBA, Michael Jordan também revelou em entrevista como reage diante das dificuldades: “Obstáculos não têm necessariamente que pará-lo. Se você se deparar com um muro, não dê as costas e desista. Descubra um jeito de escalá-lo, atravessá-lo, ou passar ao redor dele”. Tanto no esporte, quanto na vida profissional ou acadêmica, quantos muros aparecem no caminho, né?
  • Treino, treino e mais treino
    Michael Phelps, que quebrou todos os recordes mundiais em provas de natação, também mostra outro traço de comportamento comum entre os melhores atletas, ao dizer: “Você não pode colocar um limite para nada. Quanto mais você sonha, mais longe pode chegar”. E, de quebra, mostrou porque alcança bons resultados: “Não me lembro do último dia em que não treinei”.
  • Manter foco e concentrar energias
    Não posso deixar de trazer aqui o exemplo do querido Ayrton Senna, tricampeão da Fórmula 1, que morreu em 1994. Numa das entrevistas mais marcantes dele, afirmou: “Canalizo todas as minhas energias para ser o melhor do mundo”. E conseguiu e inspirou outros tantos a serem melhores em suas áreas de atuação.

Gostaríamos de saber: o que lhe inspira a seguir em frente? Conte para nós se conhece mais algum exemplo de superação dos melhores atletas que tenham motivado você a vencer as próprias limitações. É só deixar seu comentário logo aqui embaixo. 🙂

Sobre Navebook

Navebook é um blog contendo informações sobre Produtividade e Alta Performance, que oferece artigos direcionados a estes temas, com foco principal no trabalho. Todo o conteúdo é produzido e organizado para você, leitor. Aproveite, participe e deixe-nos a sua opinião.

3 comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. *

*

Scroll To Top