Receba novidades no e-mail

CONTEÚDO VIP

Coloque o seu email aqui para receber gratuitamente as atualizações do blog!
Memorização para atingir bons resultados nos estudos e no trabalho

Memorização para atingir bons resultados nos estudos e no trabalho

A memorização é um aparato eficaz para a obtenção de conhecimento, além de favorecer a execução de atividades importantes em vários setores da vida, desde trabalho e estudos, até relacionamento em sociedade. Felizmente, através de algumas técnicas, é possível melhorar a memória e, dessa forma, ter bons resultados em várias atividades.

Vale ressaltar que – de certo modo –  essas técnicas abrangem desde mudanças de comportamento e hábitos cotidianos (que incluem alimentação saudável, atividade física, qualidade no sono, etc.), a métodos de assimilação de dados e informações. Nos tópicos abaixo, vamos detalhar alguns desses itens bastante importantes para a memorização.

Vida saudável

Uma vida saudável traz benefícios em diversos aspectos e também contribui para manter a saúde da mente e melhorar a memória.  O corpo precisa de alimentação rica e balanceada, além da inclusão de nutrientes que ajudam a estimular as atividades cerebrais.

Então, se você deseja focar na memorização, priorize um cardápio rico em Zinco, Selênio, Ferro e Fósforo (folhas verdes, grãos), Vitamina E (óleos vegetais), Ômega-3 (peixes), dentre outros. Alguns especialistas no assunto também indicam a Cafeína como elemento importante para a memorização.

Contudo, uma vida saudável também depende de atividade física regular, que além de ser eficaz contra o estresse, é extremamente essencial para melhorar a memória. De acordo com reportagem do “Estadão”, a prática esportiva ajuda a “retardar o envelhecimento do cérebro”, o que – obviamente – influencia na memorização. Outra questão também importante é a manutenção na qualidade do sono. A reportagem do “Estadão”, inclusive, destaca que é justamente durante o sono que ocorre a “fixação de novos dados”.

Técnicas e exercícios práticos

Para quem está se preparando para o vestibular ou concursos, por exemplo, decorar dados, sem a compreensão do tema, não é suficiente para assimilar o conteúdo. Em entrevista ao “UOL”, Renato Alves, autor do livro “Não Pergunte se Ele Estudou – Como Desenvolver nos Filhos o Interesse e a Motivação nos Estudos”, destaca que o aluno tende a querer entender o conteúdo em uma única leitura. Para o especialista, é essencial que haja uma “segunda leitura do conteúdo”, para que o assunto seja fixado. Muitas vezes, a “falta de paciência” do estudante compromete o processo de assimilação.

Estimular mentalmente o conteúdo aprendido é uma ferramenta eficaz para a memorização. Por exemplo, suponhamos que você tenha participado de uma palestra importante para desenvolver algum projeto especial no trabalho. Primeiro, procure entender as temáticas e não apenas escolha “decorar por decorar”. Bom, anote os tópicos essenciais sobre os assuntos – os quais considera que não podem ser esquecidos.

Você pode também fazer resumos a respeito dos temas e ler o conteúdo em voz alta, ou mesmo, simular a apresentação de um seminário sobre o assunto. Todas essas técnicas são bastante úteis para ativar a memória e, consequentemente, estabelecer a absorção de conhecimento.

Outra dica que pode ajudar, no que se refere à memorização, é utilizar jogos de xadrez, exercícios de lógica e raciocínio. Inclusive, pedagogos e demais profissionais da área educacional sugerem que os pais invistam em jogos que proponham trabalhar a memorização e raciocínio dos pequenos.

E você, o que pensa sobre esse tema? Compartilhe conosco, deixando o seu comentário. 🙂

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. *

*

Scroll To Top