Receba novidades no e-mail

CONTEÚDO VIP

Coloque o seu email aqui para receber gratuitamente as atualizações do blog!
Eu amo as segundas-feiras!

Eu amo as segundas-feiras!

Todas as segundas-feiras a situação se repete, você reclama sobre a chegada da “segundona tensa”, ou mesmo, ouve lamúrias e reclamações de pessoas ao seu redor e até nas redes sociais. E que tal adotar uma postura diferente? Bom, saiba que isso significa encarar a chegada das segundas-feiras como essencial, importante e produtiva para a sua vida, em todos os âmbitos.

Reclamação latente

Essa lógica de reclamar da chegada da temida segunda-feira, muitas vezes, começa lá atrás, no período escolar, no qual é preciso, na maioria das situações, se levantar cedo todos os dias da semana. E voilà, a criança percebe que a rotina começa na segunda, então, dessa forma, inconscientemente, as insatisfações ganham espaço e a reclamação latente surge naturalmente.

Não é preciso mencionar que esse hábito acompanha a vida do indivíduo até a idade adulta. Mas é possível reverter esse paradigma. Bom, a maior parte dos especialistas em comportamento humano afirma que a pessoa pode se exercitar, tentar reclamar menos e sentir-se mais disposto a encarar a semana. Mesmo os cérebros acostumados a processar reclamações intensas podem ser “retreinados”, como menciona a reportagem do site da revista “GQ Brasil”, publicada em janeiro de 2015.

Saúde e disposição

Já ouviu algum especialista dizer que reclamações trazem muitos malefícios à saúde? Pois bem, saiba que não se trata de mito e, de fato, os “reclamões” de plantão estão sujeitos a sofrer mais com dores de cabeça, indisposições, etc.  Além disso, um simples hábito de reclamar pode se transformar em algo crônico.

Segundo pesquisa norte-americana destacada em reportagem da “GQ Brasil”, pensamentos negativos, em meio a reclamações, podem comprometer o funcionamento do cérebro. O estudo ainda destaca que uma reclamação qualquer (ouvida de alguém, ou mesmo, vendo TV) pode trazer uma onda intensa de negatividade às atividades cerebrais.

Outra coisa, a famosa frase “reclamar não adianta”, de fato, tem fundamento. De acordo com a pesquisa, no caso de consumidores que reclamam de produtos, a maioria dessas pessoas não reporta a reclamação às empresas, então, as lamentações estão restritas a pessoas de seu convívio. Logo, a reclamação em nada foi útil.

Mais otimismo, que tal?

A segunda-feira deve ser entendida como o início de uma etapa essencial para seguir com a rotina diária e desafios da vida. Na prática, é uma questão de exercício mental, o que significa se prender menos ao pessimismo. E para enfrentar esse paradigma, a dica principal é investir no otimismo. E fica claro que as pessoas mais otimistas são mais dispostas e saudáveis.

A pesquisa mencionada na reportagem da “GQ Brasil” ainda cita estudo da Universidade de Illinois (EUA), que fala sobre os benefícios propiciados pelo otimismo. Por exemplo, os otimistas possuem mais chances de ter uma vida saudável e, de fato, um coração com menos problemas que os pessimistas.

O grande desafio, sem dúvida, é ser mais otimista. Não significa que seja uma tarefa fácil, especialmente, se a pessoa estiver passando por um momento difícil, como complicações no trabalho, e a chegada da segunda-feira o deixa ainda mais apreensivo. Portanto, é muito importante ter força, determinação e vontade de seguir em frente. Atitudes positivas, foco e determinação trazem benefícios. Mas mergulhar no desânimo e pessimismo apenas fará crescer uma “bola neve”, fadada a trazer mais insatisfação.

Bom, dessa forma, que tal reverter tudo isso e começar a segunda-feira de uma maneira diferente? Ao invés de reclamar no domingo à noite sobre a chegada da semana, pense que a segunda-feira é o começo de uma semana produtiva e essencial para que os seus desafios sejam superados e os seus objetivos se concretizem. Você pode começar essa mudança de atitude de forma gradual, mas tente reduzir o pessimismo o máximo que puder.  Invista cada vez mais em pensamentos e ações otimistas. Com certeza, você vai conseguir. Seja muito feliz!

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. *

*

Scroll To Top