Receba novidades no e-mail

CONTEÚDO VIP

Coloque o seu email aqui para receber gratuitamente as atualizações do blog!
Então responda: você, é um profissional realizado?

Então responda: você, é um profissional realizado?

Todas as pessoas almejam estar realizadas em todas as áreas da vida. Se perguntarem para você hoje se está realizado no amor, provavelmente você não precisará de mais do que alguns segundos para responder: sim ou não.
Mas quando falamos de realização profissional, a análise da resposta tende a ser um pouco mais complexa. Você é um profissional realizado? O que significa para você estar realizado profissionalmente? Seria ter um bom cargo? Talvez trabalhar em um empresa renomada? Quem sabe ser disputado no mercado de trabalho? Ou seria ter um bom salário? Ter estabilidade? Flexibilidade nos horários? Status? Ficar rico? Ter empregabilidade? Ser um chefe querido pelos subordinados? Deixar a sua marca no mundo? Talvez o conjunto disso tudo. Mas seria isso factível? Estaria você no caminho certo para conquistar tudo isso?

Como funciona isso?

Bem, como muito bem disse o grande médico e filósofo Freud: “as pessoas buscam para si experiências boas, que lhe promovam satisfação e alegria”. E no âmbito profissional não é diferente.
Estar realizado profissionalmente nada mais é do que ser apaixonado pelo que faz e trabalhar com alegria, prazer e brilho nos olhos. É construir uma carreira tendo a efetividade como essência. Falando assim, até parece fácil, não é mesmo? Porém, atrás de tudo o que se tem convicção de gostar de fazer, estão as contas, as responsabilidades e as escolhas que temos que fazer para trilhar o nosso caminho profissional. Muitas vezes, conciliar gosto com retorno financeiro é algo não muito simples, especialmente no inicio da vida profissional.

 comportamentos

10 passos para alcançar a Realização Profissional

Listamos aqui, de forma abrangente, independente da área em que você atue, os dez passos para ajudá-lo a encontrar o tão cobiçado caminho da realização profissional:

Primeiro passo:

Escolha uma profissão que você gosta. Fazer o que gosta é diferente de gostar do que faz. Quando for escolher o seu caminho profissional, escolha com o coração, escolha aquilo que você realmente gosta muito de fazer. E também que tem habilidade. Trabalhar com paixão é ter mais da metade do caminho percorrido na busca pela realização profissional. Se você faz com gosto, estará sempre pronto para ler mais sobre a sua profissão, estudar mais, conversar mais, e o seu desenvolvimento profissional será parte do seu dia a dia. Você pensará na sua atividade vinte quatro horas por dia, sete dias na semana. E isso não será um peso, será natural. E nada melhor do que ir para o trabalho com um sorriso no rosto.

Segundo passo:

Invista em você. Se você quer ser um bom profissional, precisa almejar ser destaque e referência no que faz. Para que isso ocorra, estar preparado para desempenhar com excelência as atividades relacionadas a profissão que escolher é fundamental. Cursos, leituras, conversas com pessoas da área, estudos de casos e estágios em empresas ou com profissionais que são destaque no setor, são indispensáveis para que você agregue conhecimento e experiência. Lembre-se que para os bons profissionais não faltam oportunidades.

Terceiro Passo:

Desligue o piloto automático. Para direcionar a sua vida profissional e encurtar o caminho para a realização profissional, planejamento é fundamental. Você precisa saber exatamente onde está e onde quer chegar. O “deixe a vida me levar” não funciona por aqui. Planeje, estipule prazos, programe cursos, e acompanhe os melhores profissionais da área que escolheu. Leia também o nosso post sobre sair da zona de conforto. É bem por aí…

Quarto Passo:

Tenha Foco. Sem foco não se alcança a realização profissional. Quem tenta fazer tudo ao mesmo tempo, não chega a lugar algum. Ter foco é ser objetivo e saber exatamente o que você quer e como fará para vencer cada etapa. De acordo com o seu planejamento, você terá conhecimento dos principais objetivos a serem atingidos em cada etapa. Manter o foco servirá para não desviá-lo desse objetivo principal.

Quinto Passo:

Procure o que faz sentido para você. Cada um de nós tem a sua verdade, a suas afinidades com o mundo e uma forma para contribuir com ele. É importante que a sua atividade profissional esteja ligada ao que faz sentido para você. Se você andar contra os seus princípios, nunca encontrará a realização profissional. Dentro do seu caminho na busca da realização profissional, você precisará escolher a bandeira que quer levantar: qual legado você quer deixar? Contribuir com a sociedade? Melhorar a vida das pessoas ? Desenvolver algo novo? Pesquisar novos métodos ? Cuidar das pessoas? Dos animais? Da arte? O que você irá escolher não importa. Muitos não compreenderão a sua escolha. Só importa realmente que faça sentido para você, caso contrário, não levará você a realização.

Sexto Passo:

Seja resiliente. Resiliência é um conceito físico, e tem sido amplamente utilizado no mundo empresarial. Nada mais é do que um comportamento. O profissional resiliente consegue passar por uma situação de crise, stress intenso, pressão e competição, e se recuperar rapidamente. Em resumo, ser resiliente é enxergar o lado positivo de todas as coisas ruins que possam acontecer, e ainda obter algum aprendizado da situação. A boa notícia é que a resiliência é uma competência que pode ser desenvolvida.

Sétimo Passo:

Assuma riscos. Deixar de lado a zona de conforto é fundamental na busca pelo caminho da realização profissional. Todo profissional precisa estar ciente de que na vida profissional é necessário correr riscos. No mundo corporativo nada é garantido, nada é cem por cento seguro. Essa é a decisão certa? Devo aceitar essa proposta? Devo entrar nessa sociedade? Devo pedir demissão dessa empresa? Mudar de cidade? Angariar essa promoção? Diariamente você irá deparar-se com situações que demandam tomadas de decisões. Cada decisão tomada é um risco. Não tenha medo deles, são parte de seu caminho. Avalie intensivamente cada decisão que precisar tomar, e tenha ciência que está pronto que assumir os riscos que a sua escolha envolve.

Oitavo Passo:

Seja otimista. O otimismo é item fundamental, não apenas na vida pessoal, mas também na vida profissional. Otimista é a pessoa positiva, confiante, que pensa sempre no melhor e é segura de que para tudo há uma solução adequada. Encara os acontecimentos com positividade e enxerga um lado bom para toda situação. O otimismo trás mais leveza para o dia a dia, e inclusive facilita a tomada de decisões e a resolução dos problemas e imprevistos. Se você já é otimista, está com meio caminho andado. Mas se você ainda não conseguiu colocar em prática essa filosofia de vida, tenha em mente que com um pouco de leitura sobre o assunto, somado a muita dedicação, empenho e esforço, você conseguirá colocar o otimismo em prática. Trabalhar com pessoas otimistas é muito mais fácil e contagiante.

woman-977020_1920[1]

Nono Passo:

Você também tem uma vida. Manter o equilíbrio entre vida pessoal e profissional é item fundamental. É claro que ocasionalmente a sua profissão ou a organização na qual você trabalha precisarão que você demande de algum tempo que mudará a sua rotina pessoal: estender o horário, não sair para o almoço, trabalhar no final de semana ou até mesmo precisar desmarcar aquela viagem de férias que já estava programada há tantos meses. Quando isso é pontual, é normal e até mesmo necessário, afinal o mundo corporativo é cheio de imprevistos e fatos não programados. O problema é quando você precisa abrir mão de sua vida pessoal para dedicar-se exclusivamente ao trabalho. E muitas vezes, quando você percebe, já está dentro dessa situação. Os amigos ficam de lado, a família você encontra cada vez menos, deixa de fazer o que lhe faz bem. Não tem tempo para praticar o seu hobby e muitas vezes nem para namorar você consegue um tempo na sua agenda. Sinal vermelho se isso está acontecendo com você. Pare imediatamente. Ninguém consegue ser um profissional feliz se não tem uma vida pessoal feliz. Nesse item, equilíbrio é fundamental. Você precisará organizar a sua vida pessoal em conjunto com a profissional. Lembre-se que nenhum homem é uma ilha e ninguém vive fez sozinho.

Décimo passo:

Nunca é tarde para recomeçar. Se você não está satisfeito com a sua vida profissional e está com vontade de jogar tudo para o alto, jogue. Nunca é tarde para recomeçar e trilhar um novo caminho profissional. Existem inúmeras histórias de sucesso de pessoas que tinham uma carreira, muitas vezes já consolidada, financeiramente estabilizada, mas não eram felizes, não eram realizadas profissionalmente. Por conta dessa insatisfação, decidiram mudar radicalmente a sua vida para trabalhar com o que gostavam e lhes fazia bem. Se você não está realizado, parta em busca da sua realização. Troque de área, de empresa, de cidade, faça a mudança que for necessária. Mas atenção, antes de abrir mão do que você faz, tenha certeza que já sabe o que você quer vir a fazer. Não adianta nada jogar tudo para o alto em um momento de insatisfação, e depois não saber qual caminho seguir. Lembre-se da resiliência e do planejamento. Enquanto você não souber o que quer, continue onde está.

Seja o protagonista da sua história. Atingir a realização profissional demanda tempo e ética. O caminho do sucesso é longo e tudo começa por baixo, porém, seguindo os dez passos com humildade e perseverança, habilidade e atitude, você chega lá. 🙂

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. *

*

Scroll To Top