Receba novidades no e-mail

CONTEÚDO VIP

Coloque o seu email aqui para receber gratuitamente as atualizações do blog!
Conheça bem o assunto para falar em público com maestria

Conheça bem o assunto para falar em público com maestria

Falar em público com maestria passa por dominar (e muito) o assunto que irá conduzir. Essa atitude lhe dá mais segurança na hora da explanação e, de quebra, aumenta sua autoconfiança, característica essencial para liderar uma boa apresentação. Aqui no blog, fizemos uma série com quatro posts para tratar desse assunto (falar em público) e, temos certeza, ao fim deste (que é o quarto deles), você estará mais bem preparado para essa missão.

O primeiro apresentou 10 passos para vencer a timidez e desenvolver a autoconfiança. No segundo material, centramos nossa análise nos 5 obstáculos que são apontados por aqueles que veem a fala para uma plateia como um grande desafio. No terceiro, por fim, detalhamos 3 fatores que vão além da oratória, mas que fazem toda diferença na hora de conduzir uma apresentação de sucesso.

Fiz uma boa pesquisa, em revistas e sites especializados, para estruturar esse material de maneira bem simplificada. Embora pareça um assunto muito óbvio (conhecer o assunto que vai ser falado), uni os pontos prioritários e os organizei em cinco passos para dominar o tema e estar mais seguro para falar em público (seja um desafio profissional ou mesmo acadêmico). Espero que goste!

1. Conheça bem o que se espera
A primeira e mais valiosa necessidade é saber, muito bem, a expectativa de quem encomendou essa apresentação. Por exemplo: caso seja um requisito profissional, peça mais informações sobre o que se espera, qual formato de apresentação é adequado para aquele contexto e qual será o tempo necessário de ser utilizado. Investigar, ainda, se há recursos visuais poderá ajudá-lo a preparar sua apresentação. Mas a maior preocupação nesse sentido é ter domínio sobre o que deve ser dito.

Ao alinhar as expectativas é mais viável estruturar o que deve ser feito, orientando melhor a pesquisa e a estruturação do planejamento do que deve ser feito. Não fazer isso pode submetê-lo a uma enormidade de possibilidades e, por consequência, a um risco de escolher um recorte de tema que não seja o desejado por quem pediu a você. O mesmo se aplica a um contexto acadêmico: conhecer os anseios de seu tutor o tornará mais preparado a iniciar a estruturação do trabalho. Não se dê por satisfeito com o enunciado passado.

2. Análise bem sua plateia
Ainda dentro desse primeiro passo, procure conhecer muito o público para o qual falará. Se for um público mais técnico, que exigirá um maior conhecimento seu, é importante aprofundar suas fontes de pesquisa com esse foco. Caso seja um público técnico também, mas que desconheça o assunto que você levará a eles, opte por ser bem didático, deixando de lado jargões e palavras que dificultem a compreensão do assunto.

3. Pesquisa muito, demais mesmo
A etapa de pesquisa é, talvez, a mais importante delas. Com a facilidade da internet, temos dedicado pouco tempo a esse momento, sob a justificativa da praticidade. Ao passo que ela facilita, corremos o risco de ser superficiais, o que pode nos deixar pouco preparados ao desafio da apresentação. Faço esse destaque para lembrar que a pesquisa não deve considerar somente uma rápida visita ao Google.

Procure revistas especializadas, fontes de referência no assunto. Também identifique opiniões contrárias, dentro daquele mesmo tema. Isso enriquecerá sua perspectiva e o preparará mais ainda para o caso de questionamentos do público. Ao realizar o profundo estudo, sua bagagem estará mais enriquecida para estruturar como fará sua explanação. Uma dica valiosa: como no primeiro item, nós falamos sobre informar-se do tempo que usará na apresentação, não use esse dado para medir o tempo de pesquisa (exemplo: se terei quinze minutos, pesquisarei pouco). De maneira nenhuma. Conhecer bastante o assunto o deixará preparado para qualquer imprevisto (caso o tempo aumente ou você tenha que estender sua apresentação em razão de questionamentos que surjam).

4. Prepare a linha de argumentação
Feita a pesquisa, reúna o material para organizar a linha de argumentação para falar em público, uma espécie de passo-a-passo que será adotado por você para ser o fio condutor da apresentação. Contemple nesse material uma introdução que promova um alinhamento entre sua exposição e o que a plateia terá lá. Uma sugestão é listar o objetivo (podendo ser feito por tópicos) e, também, relacione o “resultado esperado” da apresentação. Esse dois itens facilitará a comunicação entre você e a plateia.

Outra recomendação é enumerar benefícios que o público terá ao acompanhar sua fala. Na sequência, customize sua apresentação, tendo sempre em mente que precisa cumprir o que prometeu. Lembre-se de informar referências no rodapé dos slides (se esse foi o recurso que utilizará durante sua explanação).

5. Faça uma apresentação de teste
Uma boa maneira de certificar-se se está suficientemente preparado para falar em público é fazer uma apresentação de teste. Para isso, convide um amigo de trabalho para que você faça uma demonstração do que planejou e peça um feedback para ele. Caso não tenha possibilidades de fazer isso, uma alternativa é gravar em vídeo e depois assistir (com um celular mesmo).

BÔNUS: “Determinação, coragem e autoconfiança são fatores decisivos para o sucesso”, palavras de Dalai Lama inspiram a qualquer desafio. Siga essas recomendações e você conseguirá, com certeza, falar em público com maestria.

Queremos saber como foi sua experiência! Conte para nós nos comentários abaixo 🙂

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. *

*

Scroll To Top