Receba novidades no e-mail

CONTEÚDO VIP

Coloque o seu email aqui para receber gratuitamente as atualizações do blog!
Como libertar-se do medo paralisante

Como libertar-se do medo paralisante

O medo do escuro pode ser, para muitos, o primeiro de outros vários tipos que desenvolvemos ao longo da nossa vida. E faz sentido se estendermos a lógica dele para os demais. Afinal de contas, a escuridão diante do desconhecido pode, em determinadas circunstâncias, nos paralisar e evitar que sigamos adiante. E é sobre isso que falaremos nesse post: o que é preciso fazer para eliminar esse sentimento que pode nos impedir de avançar?

Uma pesquisa do Instituto Nacional de Saúde Mental, realizada nos Estados Unidos, concluiu que 20% das pessoas têm transtorno de ansiedade, um número quase dez vezes maior se comparado ao estudo similar desenvolvido no início da década de 1980. E qual a relação disso com o medo? Na leitura dos especialistas, a ansiedade representa em nosso organismo um receio antecipado do que pode ou não acontecer.

Quando o medo aparece em nossa vida?
Esse sentimento é comum em nossa vida e pode se desenvolver diante de uma situação desconhecida que eventualmente nos deparamos. Aí normalmente aquele frio na barriga surge como que um recado da nossa mente para que possamos nos preparar melhor para encarar o que ainda não vivenciamos. Portanto, sentir medo é característica comum em nossa vida. Não é comum deixarmos que esse sentimento nos impeça de seguir em frente.

De que tipo de medo estamos falando?
O tempo todo somos expostos a situações inéditas, novos desafios, com oportunidades de aprendizado. E diante do desconhecido podemos ou não desenvolver esse sentimento. Pode ser o medo da mudança, o medo de dirigir, o medo de falar em público… Quando alimentamos essa preocupação excessiva dentro de nós, corremos o risco de ter esse sentimento regendo o nosso dia a dia. Caso tenha se identificado nessa situação, você precisa tomar atitude para assumir o comando da sua vida.

Como o medo pode me paralisar?
William Shakespeare, um dos mais famosos poetas e dramaturgos da história, em certa ocasião registrou uma frase que sintetiza uma consequência que esse sentimento de receio pode trazer para nossa vida: “Nossas dúvidas são traidoras e nos fazem perder o que, com frequência, poderíamos ganhar, por simples medo de arriscar”. Pare e pense por um instante: quantas coisas você deixou de fazer que o evitaram de obter novas conquistas? Muitas vezes nem percebemos, mas já podemos ter perdido várias oportunidades de avançar só por não encarar o nosso medo. Esse ponto tem muita relação também com a autossabotagem, sobre a qual já conversamos por aqui.

Quais consequências para a minha vida?
As barreiras que colocamos em nossa mente podem nos impedir de seguir adiante em várias situações e trazer consequências diretas ao nosso desenvolvimento profissional ou mesmo acadêmico. Ao alimentar dúvidas e suposições sem, de fato, resolvê-las corremos o risco de estabelecer uma zona de conforto (e não sair dela). Já falamos por aqui sobre o quanto isso é prejudicial.

medo paralisante
Como você viu, é hora de instigar os bons pensamentos em sua mente e virar o jogo. Nada de deixar para amanhã o que você pode fazer agora.

Gostaríamos de saber o que você fez para vencer algum medo? Sua estratégia pode também ajudar outros leitores. Que tal compartilhá-la? Até a próxima! 🙂

2 comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. *

*

Scroll To Top